quarta-feira, 13 de junho de 2018

Grande Aquisição 2018 II


Continuando com a amostra de todo material que eu comprei em uma liquidação - coisa que eu nunca vi na minha vida filatélica. Esse material foi comprado muito próximo da primeira parte dessa aquisição, chegou no fim de abril/2018, chegou em prazo absurdo - 30 dias de São Paulo para Pernambuco em uma carta registrada.
Essa primeira peça que coloquei no topo do Post, eu a "conheci" pessoalmente em meados 1988 na feira do selo lá em Salvador/BA, lembro que pediam o equivalente a venda de um rim, essa peça da Argentina campeã da copa 1986. Era uma época offline e que catálogos era uma coisa muito rara, normalmente o preço era dado pela cabeça do comerciante filatélico, pra mim ficou ótimo paguei um pouco mais de R$ 10,00 - Valeu esperar.




Uruguai, dois blocos incríveis para a coleção de futebol, promoção da copa de 1978 e resumos das campeãs.




Como terei que falar da história do futebol nas olimpíadas, Pierre de Coubertin, vai fazer uma bela ilustração para o resumo.




Uruguai, Copa Ouro. Costa Rica, Copa do Brasil 2014 - Interessante que eles fizeram uma peça filatélica que não fizemos para prestigiar a nossa seleção, lamentável. Macau, Copa de 1994.




Argentina, 150 do Pierre de Coubertin e bloco com o reprint de Argertina campeã 1978 e um do Brasil que vai para as cidades sedes da copa 2014.




Suíça, Copa da Suíça em um dos poucos selos emitidos para esse evento esportivo. Polônia e Turquia com selos olímpicos com futebol.  






Alemanha em homenagem ao craque Sepp Herberger. Bulgária, Polônia, Hungria, Austrália e Uruguai: Séries que mostram o futebol nas olimpíadas. Fragmento legal da Polônia com futebol. E mais Pierre de Coubertin em Hungria e França.

Muitas peças que foram adquiridas em um preço muito baixo, fator fundamental para a compra.  Muito trabalho e prazer para organizar tudo!

sexta-feira, 1 de junho de 2018

Copa do Mundo - Russia 2018 II


A copa está chegando!!! Continuo com o meu resumo do que venho recebendo de peças filatélicas da Rússia referente a copa. O mascote foi retratado em 1 de dezembro de 2017, desejando um "Feliz ano novo". Consegui a folha completa que totaliza 3 séries completas, os selos são autoadesivos. Essa peça já estava negociada há pelo menos 100 dias, mas só agora chegou. 

Abaixo estou colocando o link da outra publicação onde mostro as outras peças que tenho.


Continuo com a mesma opinião - A Rússia está fazendo um trabalho fantástico, lindas peças e não deixando nada de fora: Ex atletas, estádios, selo sobre selo de copas anteriores emitidos pela URSS e Rússia, mascote, grupos e uma infinidade de outros materiais retratando até resultados de copas anteriores. A única ressalva fica para a Copa das Confederações, apenas um selo, emitiram outro igual para mostrar o resultado da Copa das Confederações com uma sobretaxa com um valor abusivo para cobrança de carta destinada a marte - Acho que esse devo ficar sem, mas vou tentar...

Cartas recebidas - Rússia


No último dia(útil) do mês de maio desse ano, recebi uma maravilhosa carta proveniente da Rússia. Material que vai diretamente para a coleção de Copas do mundo de futebol, a única coisa a lamentar é o prazo de entrega dos correios brasileiro - um verdadeiro absurdo - 102 dias depois da postagem na Rússia, quando chegou em Curitiba e foi liberado passou mais de 90 dias para a entrega. Lembro que a grave de caminhoneiros durou menos de uma semana. A carta que eu enviei, chegou na Rússia na primeira quinzena de março e foi entregue em menos de uma semana.






Confesso que não gosto de selos desses países que lançam selos postais por esporte. Mas infelizmente para a temática de futebol eu abro alguma exceção, principalmente os antigos de vão até a década de oitenta. A primeira do Zaire (Congo) entrou como uma luva, já que eu tenho o bloco (veio em uma troca da Índia) que retrata o resultado final da copa, essa vai direto para a última página do álbum para definição dos resultados. As outras vão compor bem as copas de 78 e a de 74 que ainda falta a montagem do álbum.






Esses foram escolhidos para finalizar a troca e também me agradaram bastante, principalmente as flores da Romênia.




Para finalizar com chave de ouro, essa linda folha autoadesiva com mais uma peça para a copa do mundo da Rússia. Farei um post com mais detalhes e vou vincular aos outros sobre a copa da Rússia que eu já fiz aqui pelo blog.

Resumo: Outro bom correspondente no território russo, tudo bem embalado e qualidade dos selos de primeira.

quarta-feira, 23 de maio de 2018

Piada de péssimo gosto



Não sei mais o que pensar do Brasil, Juro. Estive dando uma espiada na loja online dos correios, imaginado que o maldito frete poderia ter acabado. Para minha surpresa vejo que já é possível fazer compras fora do Brasil, de curiosidade experimentei um país - R$16,00 de frete - Fiquei animado, acreditava que teria tido uma baixa boa para fazer compra lá. Para minha surpresa o valor do frete é o mesmo R$ 18,50, sinto muito mais não tenho o que falar. Frete para o exterior mais barato que para o Brasil? "Colecionador estou lhe procurando...." Aonde? no Azerbaijão?

segunda-feira, 7 de maio de 2018

Cartas recebidas - Índia

Chegou em meados do mês passado uma nova carta da Índia, adoro os selos desse país, sem contar que o correspondente sempre tem novidades de outros países, como é bacana a chegada dessas cartas.
Nessa troca foi principalmente de blocos da Índia e de Butão. A coleção de pássaros volta a ter "up" depois de muito tempo sem novidades, confesso que o meu foco hoje é a coleção de futebol, até porque já tenho três volumes de selos de pássaros, as séries clássicas de pássaros dos anos 60 até 80 eu já tenho praticamente todas (de países sérios filatelicamente falando), essas novas séries não me empolgam, principalmente desses países de exploração filatélica.



Como não gostar dessa série de cantores famosos americanos, três lindos blocos da Índia




Lindas peças para ampliar a coleção de pássaros.





Butão para a minha coleção de pássaros e blocos de temáticas diversas. Acho que depois dessa leva de zodíaco, vou terminar me rendendo e começando uma coleção sobre o tema, vai ficar para 2019 a decisão.




Esse bloco do Sri Lanka eu venho namorando há dois anos, mas como é ruim, o camarado que criou esse bloco conhece muito de Brasil. "Iguazu", deu o nome do lado argentino e que eu saiba fica muito longe do Rio de Janeiro. Vou fazer um post específico sobre isso. Selo sem nexo. Esse comentário não é para ofender o país que criou essa peça filatélica, simplesmente uma constatação e a minha opinião sobre a peça.





Depois de um bloco sem nexo, vem um bloco lindo do Butão e uma série de cavalos, fechando com chave de ouro a mostragem dos selos recebidos nessa troca.

Troca maravilhosa com excelente correspondente.

sábado, 28 de abril de 2018

Grande Aquisição 2018

No início do mês passado fui surpreendido com uma grande liquidação de uma filatélica, nunca tinha visto isso, lembro que quando comecei a colecionar os preços eram praticamente inflexíveis. Confesso que foi muito interessante para a minha coleção, muitas dessas peças eu jamais compraria em preço normal. Conversando com o proprietário ele me garantiu que não estará encerrando as atividades, assim espero. Um lote desse vai ser diversão por muitos meses - Classificar, organizar... Haja trabalho. 



Lindos FDC´s que vão implementar a coleção de futebol.




Aproveitei e comprei um lote de quase 150 selos para troca, muitos saíram na faixa de R$ 0,15




 Muitos blocos para troca e a coleção de futebol (cidades sedes da copa do Brasil 2014)




Africa do Sul - Selos da copa no país em 2010.




Copas do mundo, olimpíadas com destaque em futebol. Acompanhando o bloco de Portugal em homenagem ao craque Eusébio.




Máximos postais que vão agregar bastante qualidade a minha coleção de Brasil fauna e flora.




FDC´s diversos para coleção de fauna e flora do Brasil entras temáticas.








Um lote que vai começar a estruturar a coleção da Copa do Brasil 2014, pretendo colocar peças que falem um pouco da história de todas as cidades sedes, acho que já devo ter 90% com essa aquisição.  Muitos clubes de futebol e fauna e flora.



Deixar o registro que essa carta levou mais de um mês para chegar, entre São Paulo e Pernambuco. Outra parte dessa compra ainda está por vim e até o dia da digitação desse post nada de chegar.

sábado, 14 de abril de 2018

Nota de esclarecimento - Carta registrada sem selos

Estive nessa última sexta-feira 13/04/2018 na agência central aqui de Petrolina/PE, para tirar todas as dúvidas sobre essa nova forma de trabalho dos correios. Conversei com o gerente da agência e fiz as seguintes perguntas:

1) Como ficará a postagem de cartas registradas?
R - Até o momento continua da mesma forma, acredito que a até o fim desse mês deve sair a portaria que vai determinar as novas regras (já era pra ter saído). Não vai poder mais pré-franquiar e as cartas seguirão sem selos. Todo o registro de pagamento vai ficar no comprovante que você recebe.

2) O que você acha desses novos procedimentos e o porquê disso?
R- Os selos ordinários vão acabar, só vai existir selos comemorativos com base em cotas de ministério (pagam para fazer esses selos). Acredito que as tiragens vão diminuir a quantidade de emissões também, vai ficar exclusivo para carta comercial e não comercial. Uma dívida enorme dos correios com a casa da moeda e o própria situação financeira da instituição que fabrica os selos não permite mais a emissão de selos.

Minha opinião:

Uma vez um funcionário dos correios me disse que a privatização seria de torno de encomendas registradas e com rastreio (SEDEX, PAC e Doc. Registrados) o que tem o maior lucro, as cartas simples e serviço de carteiro ficaria estatal. Estou começando a acreditar nessa teoria. Gostaria de saber se algum outro país já adotou essa política para cartas registradas. Uma carta pode circular sem o comprovante de pagamento (selo) colocado na carta? As regras da UPU permitem isso? Aguardemos os próximos capítulos. Vai ficar muito feio nossos correspondentes receberem uma carta pelada!

terça-feira, 10 de abril de 2018

O correio quer lhe achar? Será?


Estamos sendo "caçados" pelos correios! Será que algo prático vai surgir? Lembro que isso começou no fim do ano passado, enviei aquele formulário e até hoje nunca tive nenhum feedback, aproveitei e fiz novamente o cadastro. Espero que algo realmente aconteça.

O Site de filatelia americano Linn´s stamp news no dia 05/04/2018 publicou uma matéria muito interessante, eles dizem que o correio americano quer ter uma relação mais amigável com o colecionador de selos. na matéria eles listam 12 reivindicações para um melhor serviço, o link da reportagem está abaixo.


Acho que o nosso problema vai muito além de filatelia, os correios deixaram de entregar cartas, falar mais o quê?

domingo, 1 de abril de 2018

Correios X Filatelistas - A relação azedou!!!

 

A paciência dos filatelistas brasileiros acabou, nem em lançamentos de selos a turma perdoa. Capturei as imagens do Facebook oficial dos Correios Filatelia, para que não "sumam" depois. Percebam nos comentário, foto abaixo, que praticamente só tem bronca. 
Até hoje espero um feedback do - Cadastro dos filatelistas - que os correios solicitou, não obtive nenhuma resposta e não tive nenhuma informação de nada. Imaginava que receberia e-mail com as novidades e qualquer outra informação relevante sobre a filatelia aqui do Brasil.
As broncas vão de anuário, ingerência, corte de agências filatélicas, falta de promoção da filatelia nas escolas e até bronca de famosos na área de filatelia - Por sinal gostei muito do comentário dele.
Acredito que isso vai continua ladeira abaixo, se nada for feito pelos correios brasileiro. Lastimável.

Uma pequena observação, notem que dizem que o evento foi prestigiado por "muita gente", interessante não ter nenhuma foto da platéia.


terça-feira, 27 de março de 2018

10000 acessos!!!!


10000 acessos, nunca acreditei que chegaria a isso! Quando eu comecei a escrever sobre filatelia, em 31/10/2014, fiz um post onde me apresentava para o leitor do blog. Foi um rápido resumo do meu começo filatélico em meados de 1987. Abaixo o link:


Eu tinha na minha concepção que pouca ou nenhuma audiência teria o blog, imaginava o blog como um diário digital, ficaria como um registro das minhas atividades e aquisições de peças para a coleção, voltei a trocar cartas com outros filatelistas, aproveitei para fazer o registro de todo o material recebido. Tinha tanta certeza disso que coloquei o nome de Inkpen, vou explicar o porquê desse nome em outra ocasião.

Impressionante como as redes sociais e sites especializados em filatelia ajudaram a divulgar o blog, hoje tenho em média 100 acessos por post e uma média de quase 1000 acessos por mês, lembro que quando indexei ao Stamp Paradise foi um aumento grande de acessos em todo mundo, sem contar as várias trocas que ajudou a realizar.

Abaixo segue a evolução da marca, esse ano de 2018 dei uma renovada no tema do blog. Tirei com o passar do tempo quadrinhos e o termo etc - Falarei apenas de filatelia.







Continuarei a escrever, tenho algumas boas ideias que colocarei em prática, vou narrar as boas histórias e surpresas que vivi nessa vida filatélica.

Reitero meu agradecimento a todos os leitores e amigos do blog - Isso só serve de incentivo - Rumo aos 20000!!!

Abraço a todos!